Kesha faz apresentação que faria no BMA

Lembra que contamos aqui que a Kesha queria participar do BMA mas foi proibida por conta de seu contrato com o diabo Dr. Luke?

Na noite de ontem, (18), Kesha apareceu do nada no show de Ben Folds, parça dela. No palco, a menina fez a apresentação que queria ter feito no próximo domingo, homenageando Bob Dylan.

 

Lady Gaga também fez críticas ao cancelamento do show da menina e voltou a se posicionar em favor de Kesha:

Não é estranho que seja legal ser dono de uma pessoa dessa forma? Escute, Úrsula, nós queremos a voz dela de volta. #freeKesha

Kesha vs Dr. Luke

Kesha e Dr. Luke estiveram em uma batalha judicial desde outubro de 2014, motivo pelo qual Kesha deixou de estar na mídia por conta de lançamentos musicais. Kesha acusou Lukasz Gottwald, Dr. Luke, por assédio sexual, abuso, transtorno de estresse. Dr. Luke negou as acusações, pra variar.

A pior parte da história é que Kesha continua ligada ao selo Kemosabe Records. Um juiz de Nova York negou o pedido da cantora de suspender o contrato, fazendo-a obrigada a continuar trabalhando com o acusado.

Kesha liberou a música True Colors, sua primeira música em três anos, e pretendia tocar It Ain’t me Babe, no BMA em homenagem a Bob Dylan, mas foi impedida, ao que tudo indica. No Instagram a cantora comentou (com uma foto em uma resolução bem merda):

 

“Eu estava muito animada para tocar um tribudo a Bob Dylan cantando um cover de “It ain’t me, babe” no Billboard Awards este ano. Eu estou muito triste e lamento dizer que não fui permitida a fazer isso. Eu só queria deixar muito claro que esta performance era sobre honrar um dos meus autores favoritos de todos os tempos e não tinha nada a ver com Dr. Luke. Eu nunca usaria a imagem dele, falaria dele ou faria alusão à minha situação legal de nenhuma maneira. Eu queria simplesmente cantar uma música que eu amo para honrar um artista que eu sempre me inspirei. Obrigado pelo apoio de sempre”

Uma pena Kesha ainda estar presa ao contrato com Dr. Luke e ter que reviver isso todos os momentos de sua vida, onde sua música poderia ir. Fico muito triste por ela e espero, de verdade, que isso se resolva o quanto antes e que ela consiga seguir em frente, como vem fazendo.

#FreeKesha

Posts relacionados: