Trans brasileira diz que vai processar produtores de Sense8

A imprensa noticiou esses dias que a modelo transexual Viviany Beleboni, conhecida por ter saído na Parada LGBT de São Paulo “crucificada”, iria participar das gravações de Sense8.

A série terá episódios gravados em São Paulo, durante a Parada e cenas em estúdio, em parceria com o Estúdio O2.

Viviany disse ao jornal O Estado de S. Paulo que foi desconvidada a participar porque a modelo faria um protesto de cunho político na edição deste ano. Os produtores parecem não querer ligação com este tipo de protesto, por incrível que pareça.

“Me colocaram contra a parede e me disseram para escolher entre o meu protesto e a participação na série. Obviamente eu optei por fazer meu manifesto, já que aqui no Brasil nós não temos leis que nos defendem, assim como há nos Estados Unidos. Você acha que isso é o que, meu amor? Só pode ser transfobia. É triste os transexuais serem tratados com tanto descaso. Essa não é a primeira vez e nem será a última que isso acontecerá. Eu vou processar este produtor e todos que estiverem envolvidos. Isso não se faz. É um desrespeito enorme”

Como visto no link, Viviany afirmou que havia feito testes para a série e já tinha fechado cachê por conta disso.

A Netflix não emitiu nenhuma nota sobre o assunto. Já a O2 Filmes disse ao Estadão que desconhece as negociações com a modelo.

Posts relacionados: