Adam Lambert recusa papel para dar espaço a atrizes trans

Lembram que ontem nós falamos de representatividade no mundo artístico? Parece que não é uma preocupação de poucos. Adam Lambert foi chamado para interpretar a travesti Frank n’Further no remake para a TV do filme “Rocky Horror Picture Show”, mas o moço não aceitou o papel por acreditar que atrizes travestis e transexuais também mereçam espaço na mídia.

Adam Lambert foi finalista do American Idol e após o término do programa foi convidado para participar de shows como vocalista do Queen. Em 2009 Lambert confessou ser homossexual e disse que demorou muito para falar com seus pais sobre isso.

Quando convidado para interpretar uma travesti, Lambert incentivou a contratação de atrizes travestis ou transexuais de verdade, para que elas também pudessem ter seu merecido destaque.

Eu senti que em 2016 ser cisgênero e fazer uma personagem trans é inapropriado. Nos anos 70 era diferente. Mas agora há uma ótima conversa sobre trans e gênero no mundo.

Mas Adam não ficou fora do filme. Laverne Cox interpretará Frank n’ Further e Adam será o motoqueiro amante de rock Eddie, que canta a música “Hot Patootie – Bless My Soul”.

Laverne é conhecida por ser mulher transexual e interpretar uma personagem famosa em Orange Is The New Black, Sophia Burset.

Sobre a escalação de Laverne para o papel, Adam foi enfático em dizer:

Eu achei a escolha da Laverne foi tão brilhante e apropriada. Também por re-imaginar a personagem, ela é totalmente diferente

O remake especial produzido pela FOX faz parte das comemorações de 40 anos do filme em 2015.

Laverne Cox foi contratada para interpretar papel de travesti

Posts relacionados: